Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
 INSTITUTO BRAS DE ARTES MARCIAIS BUSHI YO KYOKAI
FILOSOFIA DO KARATE

FILOSOFIA DO KARATE-DO

 

O Karate é uma arte marcial originada a partir das técnicas de defesa sem armas de Okinawa, e tem como base a filosofia do Budo japonês. Através de muito trabalho e dedicação, ele busca a formação do caráter de seu praticante e o aprimoramento da sua personalidade. Cada pessoa pode ter objetivos diferentes ao optar pela prática do Karate, que devem ser respeitados. Cada um deverá ter a oportunidade de atingir suas metas, sejam elas tornar-se forte e saudável, obter autoconfiança e equilíbrio interior ou mesmo dominar técnicas de defesa pessoal. Contudo, não deve o praticante fugir do real objetivo da arte. Aquele que só pensa em si mesmo, e quiser dominar técnicas de Karate somente para utilizá-las numa luta, não está qualificado para aprendê-lo, afinal, o Karate não é somente a aquisição de certas habilidades defensivas, mas também o domínio da arte de ser um membro da sociedade bom e honesto. Integridade, humildade e autocontrole resultarão do correto aproveitamento dos impulsos agressivos e dos instintos primários existentes em todos os indivíduos.

O objetivo do Karate é a perfeição da mente e do corpo!

O Karate contribui para a formação integral do homem. Isso o diferencia daqueles que fazem do Karate uma prática puramente esportiva. "Tradição é um conjunto de valores sociais que passam de geração à geração, de pai para filho, de mestre para discípulo, e que está relacionado diretamente com crescimento, maturidade, com o indivíduo universal." [Johannes]

Hoje em dia, novos conceitos surgiram, e o Karate passou a ser analisado também sobre os seguintes aspectos: 

Filosofia (Budo):
A filosofia do Budo se traduz pela busca constante do aperfeiçoamento, autocontrole e na contribuição pessoal para a harmonização do meio onde se está inserido.

A famosa expressão do Mestre Funakoshi - "Karate Ni Sente Nashi" - explica claramente o objetivo do Karate, ou seja, conter, controlar o espírito de agressão. O Karate se caracteriza por procedimentos de respeito e de etiqueta.

Esse propósito de "anti-violência" pode ser muito bem expresso através do seguinte ensinamento: 

"Se o adversário é inferior a ti, então por que brigar? 
Se o adversário é superior a ti, então por que brigar? 
Se o adversário é igual a ti, compreenderá, o 
que tu compreendes... 
então não haverá luta. 
Honra não é orgulho, é consciência real do que se possui." 
A filosofia do Budo sempre deu muita importância à percepção e à sensibilidade, uma vez que as técnicas que nela se baseiam, visam essencialmente: 

à conquista da estabilidade e da autoconfiança, através de treino rigoroso e vida disciplinada; 
ao desenvolvimento da intuição, no sentido de perceber o ataque do adversário antes mesmo do início do seu movimento e da capacidade de analisar o adversário, para prevenir-se contra surpresas; 
à formação de hábitos de saúde, como o uso da meditação Zen e a respiração com o diafragma. 
Defesa pessoal:
O Karate é um método eficiente de defesa pessoal, na qual braços e pernas são treinados sistematicamente, de modo que possibilite ao lutador de Karate se defender de qualquer tipo inimigo.

Porém, não deve o praticante se precipitar. É muito comum que o principiante de Karate, notando seu rápido progresso, seja levado por uma onda de impetuosidade, sentindo a necessidade de por em prática os seus conhecimentos adquiridos. Esta idéia distorcida deve ser sanada a tempo para que não venha a afastá-lo do real objetivo da arte.

A prática do Karate é um caminho longo e requer anos de muita dedicação. A experiência mostrará que antecipar e evitar é uma atitude mais sábia do que o confronto físico em si.

Por isso, o treinamento do Karate como defesa pessoal se divide em três etapas:

Percepção (captar a intenção do adversário); Reação (decidir a atitude a ser tomada); Ação (execução)

Este tipo de treinamento permite ao praticante, numa situação de perigo, fazer uma real avaliação da causa, discernir o melhor modo de agir, e tomar uma atitude consciente.

O verdadeiro valor do Karate não está em sobrepujar os outros pela força física. Nesta arte marcial não existe agressão na sua extensão, e sim nobreza de espírito, domínio da agressividade, modéstia e perseverança. Mas, quando for necessário, fazer a coragem de enfrentar milhões de adversários vibrar no seu interior.

Saúde:
Entende-se como "saúde" o bem-estar físico, mental e espiritual do ser humano, e não somente o estado de "ausência de doenças". O Karate é tido como um vetor de saúde, pois proporciona ao seu praticante: 

Aptidão física total: 

- força 
- resistência 
- razoável flexibilidade articular 
- sistema cardiovascular com bom nível de capacidade aeróbica 
Adequação psicossocial: 

- desenvolvimento moral 
- sensação de bem-estar 
- redução dos níveis de ansiedade 
- autoestima 
- melhoria da imagem física de si mesmo 
- autoconhecimento 
Os benefícios da prática correta
Muitos são os benefícios que podem ser obtidos da prática correta do Karate e aqui passamos a enumerar alguns deles:

Manutenção da saúde e fortalecimento do físico. 
Estímulo à coragem para enfrentar obstáculos. 
Respeito aos outros, bons costumes em relação ao meio ambiente, equilíbrio, boa postura e respiração correta, que são estimulados pelos rituais tradicionais. 
Incentivo ao aperfeiçoamento pessoal no sentido de tentar vencer os próprios limites, como os do medo, da desconfiança, da preguiça, da indecisão, etc. 
Empenho e dedicação, exigindo o máximo do corpo e da mente, treinando com paciência e perseverança até fazer desses objetivos um hábito. 
Estabilidade emocional. A situação de luta colabora eficazmente para sua conquista. Qualquer descontrole de emoções tem imediata repercussão no rendimento e na performance. Por isso é preciso dedicar-se com empenho, para conseguir a necessária serenidade. 
O Karate na educação e formação da criança
No mundo de hoje, valores como disciplina, respeito e companheirismo são muitas vezes deixados de lado. Pai e mãe frequentemente trabalham e, às vezes, não têm condições de ajudar a construir estes valores na criança por não estarem sempre em contato com os filhos que, normalmente, passam seus dias em frente de uma televisão ou em contato com companhias inadequadas. Além disso, as escolas geralmente priorizam o aspecto intelectual, dando menos ênfase aos fundamentos da educação moral cujos ensinamentos estão voltados para o comportamento disciplinar e social.

A prática do Karate sob a orientação de instrutores qualificados trará benefícios inestimáveis para a criança, pois se ela for bem orientada e motivada, será um grande passo para se evitar o aparecimento de certos vícios (como o uso de drogas, por exemplo) nocivos à saúde.

Nesse sentido, podemos dizer que a prática correta do Karate auxilia enormemente na educação, formação e desenvolvimento da criança. Ela aprende a respeitar, prestar atenção e a se relacionar com os outros. Com relação ao aspecto físico, ela estará sempre se exercitando, o que proporcionará um melhor desenvolvimento corporal, contribuindo para uma vida saudável em todos os aspectos.

A competição no Karate
As competições não são o objetivo final do Karate. Elas são um meio para que o praticante faça sua autoavaliação técnica e emocional. Não importa que o indivíduo ganhe ou perca, o relevante é o seu crescimento como praticante e como pessoa.

O que se analisa e se exige dos lutadores em uma competição de Karate é a eficiência na execução dos movimentos, ou seja, a dinâmica corporal utilizada para se aplicar os golpes, e não tão somente a velocidade ou o contato. Isso exige um grande domínio físico (postura, força) e mental (kime, zanshin) por parte do lutador. "Perder-se na beleza dos movimentos ou apenas buscar pontos numa luta não levam à perfeição!" [Nakayama]

Por isso, numa competição de Karate não existe divisão de pesos. O lutador cujo físico é pequeno poderá vencer o grande, se for treinado de maneira correta. Ele deverá estar preparado para enfrentar qualquer adversário, seja qual for o seu tamanho.

As modalidades de competição são:

Kata - execução de seqüências pré-determinadas de defesa e ataque, com aplicações (para equipes). 
Kumite - combate individual ou por equipes. 
Enbu - teatro marcial; aplicação dinâmica das técnicas de Karate (em duplas). 
Fuku Go - disputa individual que engloba Kata e Kumite (alternando a cada rodada). 

 

 

 

 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net